Qual a idade apropriada para se aprender inglês? Confira!

A importância que aprender inglês tem para as crianças não é mais segredo pra ninguém. É indiscutível que dominar o idioma abre oportunidades tanto na vida pessoal como profissional.

É muito mais fácil para as crianças aprenderem tudo e quando são pequenas podem ser facilmente encorajadas, uma vez que a sua capacidade de aprendizagem é muito maior.

Neste post, vamos falar sobre a melhor idade para aprender inglês, além dos benefícios que esse aprendizado pode trazer para as crianças. Confira!

{{cta(‘c01d5cfd-794c-4710-9c79-fa2e115cac15′,’justifycenter’)}}

Qual a melhor idade para aprender inglês?

Um estudo realizado no Massachusetts Institute of Technology (MIT), nos Estados Unidos, sugere que as crianças permanecem hábeis em aprender a gramática de um novo idioma até os 18 anos. No entanto, o mesmo estudo também descobriu que é quase impossível para as pessoas atingirem a proficiência semelhante ao de um falante nativo, a menos que comece a aprender um idioma aos 10 anos.

Mais memória, mais criatividade, mais compreensão, mais tolerância …

Aprender um idioma na infância tem muitas vantagens que o convidamos a descobrir a seguir.

Uma aprendizagem mais rápida e natural

As crianças aprendem com muito mais facilidade do que os adultos. É algo que se vê facilmente, são como esponjas.

Isso ocorre principalmente porque seu cérebro ainda está em desenvolvimento e é muito mais adaptável. As crianças mais novas absorvem conhecimento mesmo quando não têm essa intenção, elas só precisam ser expostas a esse conhecimento.

Quando se trata de crianças muito pequenas, elas nem percebem que estão aprendendo uma língua estrangeira, porque a diferenciação entre a “sua” língua e a das outras ainda não é clara. São apenas palavras para elas.

Aprendizagem como diversão

Crianças pequenas ainda não desenvolveram a vergonha. Todos nós já nos sentimos constrangidos às vezes quando queremos falar uma língua que não dominamos, achando que não pronunciamos bem, certo?

Bem, isso não acontece com as crianças. Para elas, a aula de inglês ou de qualquer outro idioma é apenas mais uma nova experiência para se divertir. Elas começam a falar e cantar essas palavras novas a qualquer momento e não se importam em não dizê-las direito.

Maior fluidez: aprenda, não traduza

Esse aprendizado precoce lhes permitirá incorporar novas línguas em sua vida cotidiana enquanto assimilam sua língua materna, e as levará a uma maior fluência na fala.

Ao contrário dos adultos que aprendem uma língua, as crianças não traduzem as palavras de seu idioma para o idioma aprendido, mas simplesmente aprendem as palavras diretamente em inglês.

Estimulação da memória

Nos primeiros anos de desenvolvimento, as crianças aprendem palavras isoladas e sua mente organiza uma lista de tipos em cada idioma. Portanto, lembrar como cada item é chamado é crucial.

No início, é muito comum que existam palavras que só saem em um dos idiomas, enquanto, à medida que vai crescendo, essas listas de palavras vão se diferenciando e é aí que deixam de se misturar.

Estimulação da criatividade

Talvez o mais surpreendente seja saber que o conhecimento de múltiplas línguas desde a infância estimula a criatividade, não só a nível linguístico ou literário, mas em muitos outros campos, como a pintura ou a música.

Na verdade, vários cientistas afirmam que pessoas bilíngues têm melhor desempenho em testes cognitivos como o de Guilford, que mede o pensamento divergente.

O fato de cada língua ter suas próprias regras ortográficas e gramaticais e de armazenarmos várias palavras para dizer a mesma coisa, ou seja, a partir do momento que uma única palavra pode significar várias coisas, isso obriga o cérebro a ser flexível, criativo e original.

Melhores resultados escolares

Em crianças, é evidente que aprender inglês leva a um melhor desempenho nas demais disciplinas para além do que aprendem na escola de idiomas. Portanto, aprender línguas desde cedo pode tornar as crianças melhores aprendizes em geral.

As tornam mais tolerantes

É importante notar que aprender inglês desde cedo torna as crianças muito mais preparadas para o mundo de hoje. Não se trata apenas de se poder comunicar com outras pessoas a nível global, mas também de algo mais profundo: os pequenos que aprendem outras línguas estão mais atentos à diversidade humana e isso tende a torná-los mais tolerantes.

Para muitos adultos, o cosmopolitismo da sociedade atual, a mistura de línguas, raças e tradições que temos ao nosso redor, é algo estranho. Crescemos em um mundo mais homogêneo e ainda não estamos acostumados a ouvir vozes diferentes ao nosso redor.

Em contraste, as crianças que aprendem outras línguas ao mesmo tempo que a sua língua materna (ou quase) sabem que nem todos falamos a mesma. E, como a língua muitas vezes é apreendida em associação com a cultura que a gerou, elas vão se acostumando aos poucos com costumes que não são seus.

Por tudo isso, é importante garantir que as crianças comecem a estudar inglês o mais rápido possível. É a melhor forma de garantir que seja internalizado como uma “segunda língua materna” e tem benefícios óbvios.

Nossa dica: para que elas aprendam com quem possa guiá-las nesse processo, é importante procurar por um curso de inglês para crianças.

Agora que você já sabe qual a idade ideal para se aprender inglês e quais as vantagens de começar desde cedo, que tal ler o nosso post sobre as formas de introduzir o idioma no dia a dia das crianças?

Entre em contato