7 dicas para ensinar sustentabilidade para crianças

>

Cada dia mais pessoas estão descobrindo a importância de aderir atitudes sustentáveis na sua rotina e os impactos positivos que pequenas mudanças de hábitos podem trazer para o meio ambiente e para a qualidade de vida em sociedade. 

Mas para que a educação ecológica comece desde cedo é essencial conhecer o jeito certo de ensinar sustentabilidade para crianças, não é mesmo? Como a Red Balloon se preocupa não apenas com o aprendizado de um novo idioma, mas também com a formação de jovens mais conscientes, preparou um guia completo sobre o assunto!

A educação sustentável é baseada em três princípios, sendo eles: ambiental, social e econômico. Todos devem ser trabalhados em conjunto com a finalidade de promover e resguardar a existência e funcionalidade de cada pilar. Ou seja, as atitudes sustentáveis devem fortalecer a economia, preservar a natureza e desenvolver a sociedade.

Ficou confusa(o)? Não se preocupe, pois no decorrer deste manual vamos lhe explicar os tópicos em detalhes e dar algumas dicas de atividades que ensinam na prática a sustentabilidade para crianças. Vamos lá?

O que é sustentabilidade e educação ecológica?

Para começar, é importante deixar bem claro o que são atitudes sustentáveis e como funciona a sustentabilidade na educação infantil, já que ambas consistem em práticas e conceitos que precisam ser repassados de forma que a criança compreenda a relevância do assunto para sua vida e para a natureza.

A sustentabilidade é um ideal que visa atender todas as necessidades básicas e primordiais do ser humano sem colocar em risco a preservação do planeta — o que inclui a fauna e a flora. E isso deve ser realizado por meio de processos que possibilitem a reposição dos recursos naturais e evitem o desmatamento, a poluição e a extinção de espécies de vegetais, animais e biomas de um modo geral.

Ok, mas do que se trata a educação ecológica?

A educação ecológica ou ambiental é a parte da educação sustentável — lembrando que essa última está baseada em economia, natureza e sociedade — responsável por conscientizar adultos e crianças sobre a importância da ecologia e como sua preservação pode resultar em impactos positivos para o momento atual e, mais ainda, a longo prazo.

Ao contrário do que muitos ainda acreditam, ensinar sobre sustentabilidade para crianças é um dos passos indispensáveis para desenvolver adultos com mais consciência ambiental e econômica, além de aumentar os resultados da prática das ações sustentáveis — uma vez que, dessa forma, cada vez mais gerações estarão dispostas a cuidarem do meio ambiente com hábitos simples em suas rotinas.

Afinal, toda pequena ação replica em uma grande reação no planeta, tanto positiva quanto negativamente, não é mesmo? Sendo assim, são essas reações que precisam ser levadas em conta na hora de falar sobre esse tema, para que o produto dessas boas atitudes possam ser palpáveis para os pequenos e os estimulem a manter os comportamentos corretos com o meio ambiente desde a infância.

A importância da educação ambiental no dia a dia

Infelizmente, ainda é comum encontrarmos pessoas que acreditam que lixos jogados no chão, por exemplo, não impactam no meio ambiente. Entretanto, sabemos que o entupimento de bueiros, enchentes, alagamentos e a extinção da vida aquática em rios poluídos são desastres ambientais causados justamente pelo descarte incorreto de lixo e esgoto domésticos.

Logo, você pode compreender como uma simples atitude do seu dia a dia é capaz de gerar inúmeras ocorrências indesejadas na natureza, certo? E é por aí que a sustentabilidade para crianças deve começar, nas pequenas ações realizadas todos os dias e que provocam uma enorme diferença para a conservação da vida no planeta.

A parte boa disso tudo é que, desse modo, introduzir a sustentabilidade na educação infantil — seja em casa ou na escola — não é nenhum desafio e pode ser muito mais fácil do que você imagina, pois a ideia das atitudes sustentáveis é justamente tornar a rotina das pessoas mais práticas, saudáveis e econômicas.

Como introduzir a sustentabilidade na educação infantil

Na infância, o seus filhotes tendem a replicar as ações, os comportamentos e até mesmo algumas falas dos adultos, não é mesmo? Por isso, introduzir os três princípios da sustentabilidade para crianças é uma tarefa coletiva — ou seja, realizada dentro e fora do lar — e que implica muito nas decisões tomadas por pais e responsáveis, além de ser baseada também no estilo de vida no qual os pequenos estão inseridos desde seus primeiros anos.

Se você não está familiarizado com o assunto e precisa saber por onde começar a implementar a sustentabilidade na educação infantil, separamos três escolhas importantes que a família deve se ater. São elas:

Opte por escolas que tenham valores sustentáveis

Antes de matricular o seu filho em qualquer instituição de ensino, é importante checar quais as metodologias, filosofias e práticas serão adotadas na rotina educacional. Muitas escolas já incluem em suas atividades valores sustentáveis e incentivam comportamentos mais econômicos e ecológicos, facilitando assim a manutenção destes hábitos em casa.

A Red Balloon, por exemplo, visa sempre proporcionar a melhor experiência enquanto ensina o inglês para crianças e jovens e, por isso, trabalha diversos conceitos da educação ambiental com atividades e eventos dentro do idioma. 

Nosso projeto Eco Friendly celebra diversas datas que conscientizam sobre a importância da conservação do meio ambiente, como o World Water Day (Dia Mundial da Água) e o Earth Day (Dia do Planeta Terra).

Escolha marcas de produtos e de brinquedos com “selo verde”

Brinquedos e demais produtos infantis também precisam estar alinhados com o seu ideal de introduzir a sustentabilidade para crianças. Dessa forma, evite adquirir marcas que incentivam o consumismo, produtos que sejam dispensáveis na rotina do seu filho e, especialmente, jogos que não sejam responsáveis com o meio ambiente e com a sociedade.

Estimule-o a consumir bons conteúdos de entretenimento

Existem conteúdos em músicas, vídeos e animações que ensinam muito sobre sustentabilidade para crianças de maneira leve e divertida, e essa é uma opção extremamente interessante para prender a atenção da garotada na hora de explicar a importância de cuidar do planeta e evitar desperdícios.

E com a internet fica ainda mais fácil encontrar brincadeiras que tratam desse assunto, sempre encaixando-as nos contextos sociais, econômicos e ambientais. Ou seja, vale a pena pesquisar canais de YouTube e site com passatempos que divirtam e ensinem sobre o assunto para toda família toda.

7 dicas práticas para ensinar sustentabilidade para crianças

Que tal falar sobre sustentabilidade para crianças e trabalhar na mudança de hábitos de forma efetiva no dia a dia contando com a participação dos seus filhotes? Para isso, separamos sete dicas de ações e atividades que são importantíssimas para uma vida mais sustentável e que os pequenos irão amar colaborar. Olha só:

Coleta seletiva

Adote em sua casa as lixeiras coloridas de coleta seletiva e encontre um ponto de descarte que receba os lixos separadamente por categoria. Embora seja ação simples, esse passo é decisivo para que desde cedo haja a consciência e a responsabilidade em relação ao destino dado aos descartes.

Horta em casa

A horta em casa é uma maneira de economizar e ainda garantir refeições mais saudáveis, livres agrotóxicos e outras substâncias tóxicas para a saúde. Cultivar pequenas plantinhas dentro do lar é uma ótima alternativa de trabalhar a natureza na sustentabilidade para crianças colocando a mão na massa — ou melhor dizendo, na terra!

Brinquedos reciclados

Que tal propor ao seu filhote que ele fabrique seus próprios brinquedos? Latas de leite, garrafas pet, caixas de papelão e muitos outros objetos que seriam jogados direto no lixo podem virar brinquedos reciclados divertidos e muito educativos sobre a sustentabilidade para crianças.

Porém, é claro que é importante que o responsável fique atento ao passo a passo da elaboração do game e sempre supervisione o uso de tesouras, cola quente e demais ferramentas que precisem ser manuseadas por um adulto, ok?

Copinho de estimação

A sustentabilidade para crianças também deve trabalhar a redução na produção de lixos descartáveis, como copos, talheres e guardanapos. Aqui a ideia é escolher um copo de plástico reutilizável para seu filho levar sempre consigo, mas você também pode fazer o mesmo com colheres, além de aderir toalhas de tecidos e canudos de metal ou bambu, por exemplo.

Banho em tempo recorde

Banhos rápidos são uma das tarefas mais difíceis da sustentabilidade para crianças, mas nada que uma “competição de recordes” não ajude a resolver. A dica é criar um jogo com seu pequeno e estabelecer uma média de 10 minutos por banho, onde você o ajude a reduzir esse tempo diariamente através de musiquinhas e histórias.

Televisão, videogames e luzes desligados

Após uma partida de videogame ou quando acabar o filme, lembre seu filho da importância de desligar todos os equipamentos eletrônicos e apagar as luzes antes de sair do cômodo. Afinal, a sustentabilidade para crianças deve reforçar a importância da economia, e começar pela energia elétrica é fundamental.

Não esqueça de mencionar também que além do benefício financeiro, a economia de energia é tão importante para o meio ambiente quanto a de água — ou seja, aqui está um motivo a mais para reduzir o tempo dos banhos quentinhos.

Dia da doação

A doação é um dos aspectos fundamentais para trabalhar o princípio social na sustentabilidade para crianças. Peças de roupas que não servem mais, brinquedos que não são utilizados com frequência e livros que já foram lidos, por exemplo, com certeza serão muito mais úteis para outros pequeninos carentes e que não têm acesso a esse tipo de produto.

Vale frisar que os objetos que seu filho separar para doação precisam estar em bom estado de uso, não podem estar quebrados ou com avarias, ok? Por isso, conservar os itens é outro ponto importante a ser trabalhado.

E agora você já sabe: converse sobre educação ecológica com seus filhos, conte com o apoio de instituições de ensino sérias e que valorizam o assunto, e aproveite as nossas dicas para introduzir ações de conscientização no dia a dia dos seus pequenos com muita diversão em família. 

Afinal, lembre-se que investir na sustentabilidade para crianças é o caminho certo para garantir um futuro melhor para as próximas gerações, pois o nosso planeta é a nossa primeira casa e deve ser sempre bem cuidado e respeitado.

Compartilhe:

Deixe seu comentário:

Siga nosso instagram!

1
2
0
0
4
0
2
0
0
0
4
0