Os benefícios em promover percepção sensorial em crianças

>

30 de outubro, 2019

O avanço de conhecimento dos pequenos é uma grande preocupação de todos os pais, afinal, é fundamental preparar os filhotes para serem adultos bem desenvolvidos intelectualmente. Você sabia que, ao estimular a percepção sensorial da criança, ela aprende mais e melhor? E o melhor: é possível promover esse tipo de aprendizado enquanto a criança se diverte. 

Mas como promover essa função do cérebro dos menores para que eles assimilem as informações? A Red Balloon tem esta missão em seus métodos de ensino e é especialista no assunto, por isso vai lhe explicar tudo de forma prática e simples neste guia.

Um adulto aprende quando experimenta um novo alimento, quando vê algo diferente, quando sente um aroma estimulante e até mesmo quando recebe um abraço. O nosso sistema cerebral precisa destas atividades para se desenvolver, pois ele enxerga tais processos como diversão, o que faz com que relaxe e abra mais espaço para absorver conhecimento.

Ou seja, os sentidos fazem parte do nosso aprendizado, uma vez que a memória particular de cada indivíduo coleciona todos os tipos de lembranças, incluindo as sensações, os cheiros, o que enxerga, o que ouve ou o que consome. E é claro que isso não é diferente com as crianças. Portanto, quando envolvemos todas essas formas de percepções sensoriais na sala de aula ou em casa, é possível ampliar a sabedoria dos pequenos.

Afinal, o que é percepção sensorial e como estimulá-la?

A percepção sensorial é uma função do cérebro, e é através dela que interpretamos o mundo e absorvermos conhecimento. Essa habilidade envolve os sentidos, a coordenação motora, os movimentos e as sensações com o espaço e com as situações existentes ao nosso redor, resultando na autodescoberta e também na expansão da sabedoria, da cognição e da inteligência.

Em resumo, como já introduzimos anteriormente, os seres humanos são sensoriais e adquirem entendimento através da visão, da audição, do tato, do olfato e do paladar — além, é claro, de quando nos movimentamos e exercemos alguma atividade motora ou psíquica. Todos estes pontos definem a percepção sensorial e como ela permite que colecionemos experiências e conhecimentos, o que faz com que esteja diretamente ligada a nossa forma de aprender desde os 6 meses de idade.

Se você quer descobrir como estimular a percepção sensorial no desenvolvimento intelectual do seu filhote, a seguir elencamos algumas dicas divididas pelos diferentes sentidos:

1. Sistema táctil

O órgão responsável por este sentido é a pele. Através dela, adquire-se sensações como o toque, o abraço, as descobertas de temperaturas quentes ou frias e das texturas lisas, ásperas ou macias.

Para estimular o sistema táctil é muito fácil: basta utilizar diferentes objetos em suas atividades com o pequeno, incluindo alguns materiais que vão trazer muita diversão, como areia, gelatina, bolinha de sabão, massinhas, giz e gelo, por exemplo.

O segredo para despertar esta percepção sensorial é com brincadeiras, usando principalmente as mãos — embora o sentido táctil esteja ligado a toda a extensão da derme. Adivinhar objetos utilizando uma venda nos olhos é uma forma divertida de aprender e de desenvolver tal habilidade.

Este sentido pode ser muito bem explorado e nem sempre isso acontece na escola. Então, o interessante é que em casa, através de brinquedos e de atividades interativas com materiais diversos, você possa aproveitar um momento com a garotada e ainda ajudar no aprendizado.

2. Sistema auditivo

O sistema auditivo é responsável por ouvir e definir os sons, e o órgão que faz esta percepção sensorial é o ouvido. Nas aulas tradicionais, a criança está condicionada a conviver somente com a voz da professora, o que torna tudo mais costumeiro e menos proveitoso. Estimulando esta função de maneira mais lúdica — podendo ser através da música, por exemplo —, os alunos conseguem aprender com ritmos, rimas e perguntas sobre o tema da música.

Outros sons também podem ser explorados. Com os barulhos da natureza e dos animais é possível promover um jogo de adivinhação. Além disso, gravar seu filho tentando reproduzir ruídos do cotidiano também pode ser bem divertido. Ambas atividades envolvem o sistema auditivo e estimulam a aprendizagem.

3. Sistema oral/gustativo

Agora vamos falar do paladar, que tem a língua como principal órgão do sistema oral e dos estímulos da boca. Para exercitar este sentido, você vai precisar de comida, seja doce, salgada, azeda, amarga, em versão líquida, com consistências de creme, crocantes ou mais macia.

As atividades para desenvolver esta percepção sensorial deverão envolver um lanchinho e quem sabe preparar algo para comer, brincando com algumas combinações possíveis de sabor. O interessante aqui é envolver os pequenos na cozinha, para assim trabalharem tanto o sistema táctil quanto o olfativo, que vamos falar no próximo tópico.

4. Sistema olfativo

O sistema olfativo é encarregado por perceber cheiros e distinguir odores, e o órgão responsável por este sentido é o nariz. Para estimulá-lo, é preciso algo que exale perfumes, como flores, temperos e frutas.

Aromas de alimentos são bem interessantes, e por isso sugerimos a brincadeira de preparar sanduíches saudáveis, uma vez que esta percepção sensorial é pouco explorada, mas de igual importância se comparada com as demais.

5. Sistema visual

A visão — e tudo o que se possa enxergar — faz parte do sistema visual, e os grandes responsáveis por este sentido são os olhos.

Para despertar tal percepção sensorial basta mudar o ambiente, valendo diminuir a luminosidade por alguns minutos, trocar a decoração, usar ilustrações grandes e coloridas na parede, fazer apresentações com fantoches para divertir o filhote, levá-lo ao teatro e ao cinema, além de qualquer outra atividade que mude o que a criança está acostumada a ver.

6. Sistema vestibular

O sistema vestibular não é um sentido, mas faz parte da percepção sensorial dos seres humanos. Localizado no ouvido, é responsável pelo equilíbrio, pela noção de lado esquerdo e direito, além de direções para frente e  para trás.

Para estimular esta função do cérebro do seu pequeno, que tal convidá-lo para brincar com jogos analógicos, como amarelinha e pular corda? Com certeza será bem divertido.

7. Sistema proprioceptivo

Essa percepção sensorial tem relação com o nosso corpo no espaço, com a gravidade, com o peso, com as posições, com a coordenação motora e com os movimentos em geral.

Aulas de dança, de lutas e jogos de futebol com os amigos são ótimas sugestões para estimular o sistema proprioceptivo. Além disso, também são indicadas brincadeiras ativas como a dança da cadeira, esconde-esconde e pega-pega, por exemplo.

Benefícios de desenvolver a percepção sensorial do seu filho

O indivíduo aprende de diferentes formas, dessa maneira tanto adultos quanto crianças ganham conhecimento de maneiras distintas e com diversos estímulos. Isso significa que a percepção sensorial deve ser explorada em todos os seus sistemas para propiciar um maior aprendizado e beneficiar os pequenos.

Ainda está em dúvidas sobre o poder de atividades lúdicas e diferenciadas para desenvolver cada sentido cerebral infantil? Então, confira abaixo uma lista de vantagens de se promover a percepção sensorial dentro e fora de casa:

Desperta a criatividade

Entre os benefícios de se estimular a percepção sensorial está a criatividade. Brincadeiras que envolvam a fantasia estimulam conexões diferentes no cérebro, o que pode significar mais diversão, mais imaginação e, portanto, o despertar de uma nova forma de construir vínculos e de interagir com os coleguinhas e com o mundo.

Identifica deficiências nos sistemas sensoriais

Quando uma pessoa apresenta déficit em algum sistema sensorial, ela pode ter dificuldades na aprendizagem, pois a sua concentração é menor. O resultado? Insegurança e baixa autoestima.

Ao estimular os sistemas da percepção sensorial, pais e professores conseguem notar esta deficiência com agilidade, adequando assim a educação a tal limitação, além de poderem iniciar imediatamente o tratamento com o especialista mais indicado.

Melhora a coordenação motora, a concentração e o raciocínio

A ativação da percepção sensorial é importante em todas as fases da vida, mas antes dos 7 anos ela é ainda mais fundamental. Afinal, este é o momento em que a criança consegue aprender mais, sendo considerada uma esponja para o conhecimento.

Outros pontos importantes que as atividade sensoriais promovem são:

  • Uma melhor coordenação motora;
  • Mais concentração;
  • Interesse por novas habilidades;
  • Desenvolvimento do raciocínio lógico;
  • Aumento da autoestima;
  • Independência para a resolução de problemas.

Possibilita a aprendizagem completa através da psicomotricidade

A psicomotricidade envolve o sistema proprioceptivo e o sistema vestibular, que exigem da criança o movimento, o raciocínio lógico, a interação e a linguagem corporal. Quando explorado adequadamente junto a cada um dos sentidos, promovem uma aprendizagem lúdica, divertida e completa.

A Red Balloon sabe da importância de trazer métodos diferenciados para a educação infantil e adolescente. Assim, os estímulos que impactam positivamente no desenvolvimento dos indivíduos são trabalhados não somente em sala de aula, mas também em festas e atividades extras da escola, que foram criadas por uma equipe de pedagogos qualificados para que os alunos aprendam o inglês com naturalidade e eficiência.

A Red Balloon oferece eventos e o programa Mais Horas, que contam com atividades que trabalham a inteligência de crianças e jovens, por exemplo:  

  • Halloween Week: uma semana de atividades em que é possível praticar o vocabulário inglês usando a festa americana como tema;
  • Farmer’s Market: uma feira onde os alunos podem negociar frutas, verduras e legumes com muita brincadeira, vivenciando o idioma estrangeiro na prática;
  • Be a Chef!: ao brincar de cozinha, é possível se divertirem com a nova língua;
  • Music Squad: quem não gosta de música, não é mesmo? Com esta atividade extracurricular, os estudantes cantam, tocam instrumentos, dançam e improvisam. E o melhor, tudo acontece em inglês;
  • Drama Class: nesta turma de teatro é possível treinar a fluência e a comunicação, além de trabalhar a interação, a desinibição e a autoconfiança;
  • Hey Math!: um programa que envolve matemática e trabalha o raciocínio lógico na língua inglesa;
  • Fun English: um curso com muita diversão para aumentar o vocabulário do idioma estrangeiro.

Promover a percepção sensorial em crianças é extremamente importante para o aprendizado, principalmente durante a fase chamada de primeira infância, que é quando o pequeno assimila muito conhecimento com facilidade.

E que tal fazer isso com a ajuda de uma escola 100% focada em ensinar o inglês para crianças e jovens entre 3 e 17 anos? Utilizando uma metodologia exclusiva que desenvolve o melhor do aluno de acordo com cada faixa etária, a Red Balloon também transforma os seus estudantes em indivíduos mais inteligentes e independentes. Matricule o seu pequeno em uma instituição que realmente pensa no futuro.

Compartilhe:

Deixe seu comentário:

Siga nosso instagram!

0
1
0
1
2
0
2
0
0
0
0
0