Bons hábitos para encontrar motivação para estudar

>

27 de janeiro, 2021

Encontrar motivação para estudar nem sempre é uma tarefa fácil, e a verdade é que muitos alunos acabam gastando mais tempo tentando se animar com os estudos do que com as mãos nos livros de fato. E, pensando em lhe ajudar a solucionar esse problema, a Red Balloon preparou um manual imperdível com os melhores hábitos para aumentar a motivação para estudar e ainda uma série de estratégias para que pais e responsáveis possam contribuir com a produtividade da garotada nas tarefas escolares.

Bom, é fato que o primeiro erro cometido por estudantes, familiares e até mesmo por alguns educadores, é impor os estudos como uma obrigação, ignorando toda a parte divertida e prazerosa de se aprender algo novo. Logo, é crucial reconhecer a importância de estudar para a formação de um indivíduo, e mais ainda destacar todos os benefícios conquistados com essa tarefa.

Para entender melhor sobre o que estamos falando, continue a leitura e entenda o papel da motivação para estudar no desempenho dos alunos, e aproveite também os segredos de estudos que separamos para você colocar em prática com os seus pequenos. Vamos lá?

Qual a importância da motivação para estudar?

A procrastinação — ato de adiar tarefas importantes ou deixá-las sempre para última hora — é a inimiga número 1 dos estudantes e uma das maiores responsáveis pelo acúmulo de matérias e exercícios extraclasse. Contudo, se livrar desse hábito pode ser extremamente difícil se não houver motivação para estudar — especialmente quando a procrastinação surge devido à falta de ânimo com as disciplinas e tarefas escolares.

Portanto, antes de mais nada é importante identificar o que tem causado falta de interesse pelos estudos para só então encontrar a motivação certa para solucionar o problema. Cansaço, preguiça e desgaste emocional, por exemplo, são alguns dos causadores da procrastinação, e a boa notícia é que se o problema for apenas esse, ele pode ser resolvido com pequenas mudanças de hábitos na rotina de estudos.

Por outro lado, a desmotivação também é uma consequência das dificuldades de aprendizagem, fazendo com o que o aluno se sinta inseguro ou até mesmo incapaz de realizar as atividades propostas — sentimentos que precisam ser evitados em qualquer área da vida, principalmente durante a infância. Em casos como esse, é fundamental contar com o apoio dos educadores e especialistas na área para encontrar uma saída mais eficiente.

Como encontrar motivação para estudar?

Como mencionamos acima, o desânimo em cumprir as lições de casa — ou mesmo os exercícios em classe — pode ocorrer por diferentes motivos, o que demanda soluções diferentes. No entanto, existem sim, alguns hábitos que podem revigorar o interesse pela escola e transformar completamente o desempenho do aluno.

Ter uma rotina equilibrada, dormir ao menos 8 horas por noite, manter uma alimentação balanceada e praticar exercícios físicos regularmente são algumas das atitudes que aumentam a motivação para estudar e ainda proporcionam mais qualidade de vida para o estudante. Além disso, encarar os estudos como uma fonte constante de benefícios é uma ação capaz de mudar a visão de qualquer pessoa sobre as horas dedicadas aos livros e cadernos.

6 benefícios de estudar diariamente com motivação

E, por falar em benefícios, para mostrar como a motivação para estudar pode trazer recompensas fantásticas para os seus pequenos estudantes, fizemos uma seleção com seis vantagens que vão melhorar o relacionamento dos pequenos com as tarefas escolares e ainda impulsionar o bem-estar e qualidade de vida da família inteira. Dá só uma olhada:

1. Aumenta os níveis de dopamina

Conhecida como o hormônio do bem-estar, a dopamina é um neurotransmissor responsável por trazer a sensação de felicidade e prazer — que quando associadas levam ao bem-estar mental. Esse hormônio é produzido sempre que o cérebro se sente recompensado, como após concluir uma bateria de exercícios e conseguir boas notas no boletim — ou seja, uma ótima dose de motivação para estudar, não é mesmo?

2. Melhora a produtividade e o desempenho

O aluno que sente prazer em estudar consegue também absorver melhor os conteúdos ensinados, tirar as dúvidas com mais facilidade e provar o seu conhecimento de forma efetiva por meio dos testes e exames. Dessa forma, até mesmo quando surgir a dificuldade em algum assunto, o estímulo de ser recompensado por aprender se sobressai diante do problema.

3. Otimiza o tempo de estudo

Uma das grandes vantagens de quem tem motivação para estudar é conseguir otimizar o seu tempo e concluir as atividades mais rapidamente. Isso acontece porque sem procrastinar, o aluno pode resolver cada questão com mais tranquilidade, eliminando os impactos da ansiedade e da pressa que atrapalham o foco e a concentração.

4. Melhora a concentração e atenção

É claro que não poderíamos deixar de citar como a motivação para estudar pode influenciar positivamente a concentração e o foco. E a verdade é que não é difícil prender a atenção das crianças, desde que se utilize os meios corretos para fisgar o interesse dos pequenos, concorda? Sendo assim, basta transformar a rotina de estudos em mais um momento de diversão e dinâmicas ao longo do dia.

5. Reduz a sensação de cansaço

Uma vez que o aluno consegue otimizar o seu tempo e se concentrar com mais facilidade, a sensação de cansaço, tédio e preguiça passam longe da mesa de estudos. Contudo, é preciso frisar ainda que respeitar os limites físicos e psicológicos da criança também é importante para evitar a exaustão mental e o desgaste excessivo com os exercícios da escola, ok?

6. Facilita a rotina de estudos

Contando com todos esses benefícios, a motivação para estudar torna a rotina de estudos mais fácil e organizada. O estudante que descobriu que gosta de aprender pode fazer seu próprio cronograma de aulas e conteúdos para colocar em prática em casa e dominar os assuntos que mais gosta e desvendar os que sente mais dificuldade.

Hábitos para aumentar a motivação para estudar

Definir um período de foco que seja confortável, é um passo importante para melhorar a motivação nos estudos.

Mas, se a motivação para estudar estiver em falta na rotina do aluno, fica difícil aproveitar os benefícios que listamos e pior ainda para cumprir com todas as lições e conseguir boas notas. É nessa hora que os pais e responsáveis precisam avaliar o que de fato está causando o desânimo no pequeno e buscar ajuda profissional e alternativas adequadas para resolver a situação.

Porém, além disso, existem centenas de hábitos saudáveis e práticos de introduzir no dia a dia da garotada e que certamente farão a diferença no seu interesse pelos estudos. Abaixo selecionamos alguns deles para você testar com seus filhotes. Veja:

Delimite metas diárias de estudos

Se a motivação para estudar surge com a satisfação de concluir uma tarefa, delimite metas diárias possíveis de cumprir. Ou seja, de acordo com o ritmo de estudo do aluno, escolha os assuntos que serão abordados no período de uma ou duas horas — sempre contando os intervalos — e finalize com uma ficha de exercícios de fixação ou resumo do conteúdo.

Faça um exercício de visualização

O exercício de visualização deve ser feito antes de dar início aos estudos, e funciona com uma espécie de meditação a respeito do que o estudante deseja alcançar com a sua dedicação — que pode ser desde obter notas melhores até gabaritar uma prova para conseguir boas recompensas, como um passeio com os colegas, por exemplo.

Reconheça suas conquistas

É importante reconhecer o esforço das crianças ao fazer as atividades com palavras de encorajamento como, por exemplo,  “Tinha certeza que conseguiria fazer tudo no tempo estipulado!”. Isso vai manter a criança estimulada e feliz, e fará com que se dedique sempre.

Diversifique as metodologias usadas

Atualmente a pedagogia dispõe de centenas de metodologias de ensino que podem ser adaptadas para o nível e o ritmo de cada aluno. É muito importante encontrar uma que propicie os melhores resultados para o seu filho, mas também é necessário variar nas estratégias para fugir da monotonia. Assim, adotar algumas dinâmicas e brincadeiras educativas é uma ótima opção. 

Defina um período de foco

Com o passar das horas é normal que o cérebro perca um pouco do foco e a motivação para estudar comece a cair. Para evitar esse deslize de atenção, defina períodos de foco com breves intervalos entre um e outro. Dito isso, a Técnica Pomodoro de gerenciamento de tempo, que consiste em quatro blocos de 25 minutos de foco com intervalo de 5 minutos ao final de cada bloco, é muito utilizada por estudantes e pode ser adaptada para o seu filho.

Dê intervalos para alongar

Durante os intervalos é fundamental que a criança se levante da cadeira, alongue as pernas e a coluna por alguns minutos e, se possível, dê alguns passinhos pela casa antes de retornar para o lugar. Essa pausa ajuda o cérebro a restaurar a energia e evita o cansaço físico causado por ficar horas seguidas na mesma posição.

Estabeleça períodos de descanso

Como falamos, o descanso também é importante para evitar a exaustão mental e precisa ser respeitado. Por isso, mesmo que seu filho tenha motivação para estudar todos os dias da semana, não deixe de estabelecer períodos maiores de descanso e de definir ao menos um dia semanalmente para praticar outras atividades de lazer — sem o peso de ter que estudar no mesmo dia.

Como ajudar meu filho a se motivar a estudar?

Participar ativamente na rotina escolar dos filhos é uma ótima forma de auxiliar na motivação para estudar dos pequenos.

Apesar da funcionalidade de todos esses hábitos e do auxílio profissional, é comum que vez ou outra a criança perca a motivação para estudar ou se sinta um pouco mais preguiçosa para pegar o caderno. Neste caso, os pais precisam dar uma forcinha extra para que seus filhotes se animem com as tarefas. 

Algumas atitudes que costumam funcionar são:

Criar um ambiente de estudos agradável

O local de estudos do aluno precisa ser confortável, bem climatizado e iluminado, mas além disso, o seu pequeno precisa se sentir à vontade no espaço. Uma vez que os elementos distratores devem ser evitados, invista em uma decoração que reflita os gostos da criança e aposte em músicas que aumentam o foco e a concentração.

Participar da rotina escolar da criança

Os pais devem estar integrados com o que acontece na escola e, sempre que possível, comparecerem aos eventos e confraternizações com os colegas de classe. Essa interação ajuda a entender melhor a metodologia de ensino empregada pela instituição e a contribuir com os trabalhos e tarefas escolares sempre que a criança precisar de motivação para estudar.

Compreender a fase vivenciada pelo seu filho

Outro fator que pode ajudar os pais a lidarem com os desafios do processo de aprendizagem com mais facilidade é compreenderem as fases do desenvolvimento infantil e, assim, agirem de maneira mais adequada com as milhares de transformações internas vividas pela criança. Afinal, da infância até a adolescência seu filhote está aprendendo não apenas sobre o mundo, mas também sobre a própria individualidade.

Viu só como ter motivação para estudar pode se tornar um divisor de águas na vida escolar da garotada? E, agora que você sabe quais hábitos estimulam o interesse das crianças pelos estudos e como otimizar os períodos de foco com os livros e cadernos, temos certeza que a família inteira vai se empolgar em aprender mais.

Ah, e já que aprender nunca é demais, conheça os cursos e programas da Red Balloon para crianças e adolescentes dos 3 aos 17 anos, e garanta que seu filho estudará cheio de motivação na melhor escola de inglês do país. Clique aqui e agende uma visita na unidade mais próxima agora mesmo!

Compartilhe:

Deixe seu comentário:

Siga nosso instagram!