5 dicas para escolher a melhor escola de inglês

>

Saber falar inglês deixou de ser um diferencial e se tornou obrigatório na vida de qualquer pessoa. Afinal, a língua é considerada universal e facilita a comunicação em diversos países do mundo, além de ser exigida em praticamente todas as áreas profissionais e de estar cada vez mais presente na nossa rotina. E, pensando sempre em enriquecer o aprendizado dos seus filhos, a Red Balloon preparou um guia completo com as dicas e informações que você precisa para escolher a melhor escola de inglês e matricular os seus pequenos sem risco de gastar dinheiro à toa.

Existe uma série fatores que precisam ser avaliados antes de fazer a inscrição da criança em uma instituição de idiomas, uma vez que a metodologia de ensino mais proveitosa para o aprendizado pode variar de pessoa para pessoa. Ou seja, é importante ficar de olho em diversos pontos que falaremos a seguir.

Aliás, vale ressaltar que todas as recomendações que lhe apresentaremos podem ser úteis na decisão do melhor curso de inglês tanto para os menores quanto para os adultos. Logo, caso esteja em dúvida sobre a opção ideal de escola de idiomas para você ou para alguém da sua família, continue a leitura e aprenda todos os truques. Vamos lá?

A importância de escolher o melhor curso de inglês

É comum ouvir pais e alunos insatisfeitos com os resultados do curso de inglês, não é mesmo? Por esse motivo, algumas pessoas acreditam que estudar o idioma em seu país de origem — ou seja, sem realizar um intercâmbio — não é o suficiente para se alcançar a fluência. Mas, essa é uma ideia totalmente equivocada que surge justamente por existirem instituições sem bons métodos de ensino e/ou profissionais qualificados acompanhando o processo de aprendizagem.

Assim, o melhor curso de inglês deve fornecer mais do que uma metodologia padronizada para todos os alunos. Afinal de contas, o aprendizado não é linear durante todas as fases da vida — e isso quer dizer que de acordo com a idade, com as experiências pessoais e com o amadurecimento cognitivo, cada estudante absorve o conteúdo de maneira diferente.

Além disso, as melhores escolas de inglês disponibilizam suporte extra para tirar dúvidas e proporcionar um maior aproveitamento de todos os assuntos abordados durante as aulas. Esse suporte pode contar com material de apoio, atividades e eventos extracurriculares, além da preparação para provas e exames internacionais de proficiência.

Como saber qual a melhor escola de inglês?

A língua inglesa se tornou um importante diferencial na formação, por isso é essencial procurar a melhor escola de inglês pros pequenos!

Ficou claro como é importante ter a melhor escola de inglês para acompanhar a jornada dos pequenos — ou mesmo a sua — até fluência na língua estrangeira, certo? Mas, como saber se de fato aquela instituição se adequa às suas necessidades? 

Para responder essa e outras dúvidas, listamos quatro requisitos indispensáveis em uma boa instituição de idiomas. São eles:

Aulas dinâmicas e interativas

Aqui no blog já lhe mostramos como é fundamental envolver o aluno nas aulas por meio de atividades, brincadeiras e exercícios práticos. Isso porque o modelo antigo e monótono de ensino não é capaz de prender a atenção da mente humana por muito tempo e faz com que boa parte do conteúdo explanado seja perdido.

Sendo assim, aquela eleita como melhor escola de inglês terá um plano de aulas superativo, no qual a turma inteira consegue participar e treinar todos os conceitos que foram passados durante as aulas teóricas. Ou seja, é preciso haver esse equilíbrio entre conteúdo e prática, independentemente da faixa etária e do nível de fluência dos alunos, ok?

Estratégias de ensino personalizadas

A formação de turmas e grupos de estudos é importante para a socialização e troca de experiências — principalmente quando se trata de áreas da comunicação, como é o caso do aprendizado de uma nova língua e cultura. No entanto, isso não significa que toda a sala aprenderá no mesmo ritmo, muito pelo contrário. Afinal, cada aluno precisa de uma estratégia personalizada e de acordo com sua dinâmica.

Para isso, cabe ao professor — em conjunto com a família e com os recursos disponibilizados pela instituição — avaliar o que tem funcionado ou não para o estudante e, então, elaborar atividades e exercícios que impulsionem os seus resultados. E aqui podemos garantir: somente as melhores escolas de inglês têm essa preocupação de acompanhar de perto o desenvolvimento dos alunos. 

Profissionais com qualificação comprovada

Estudar inglês é um investimento importante para a formação pessoal e para a construção de uma carreira sólida. Por essa razão, não dá para confiar seu aprendizado e o conhecimento dos seus filhos nas mãos de qualquer profissional, concorda? Afinal, tutores qualificados sempre ajudam seus alunos a conquistarem resultados melhores e, especialmente, a traçarem metas de progresso durante o curso.

Ah, vale lembrar que os professores são responsáveis também por promover o contato da turma com a cultura e os hábitos dos países falantes da língua estrangeira, já que esse conhecimento ajuda tanto na comunicação com os nativos do idioma quanto nas futuras experiências internacionais — o que torna o curso de inglês ainda melhor.

Credibilidade no mercado

Um fato inevitável é: a melhor escola de inglês preza por uma boa reputação e credibilidade entre seus estudantes — e até mesmo com os concorrentes. Por isso, é válido consultar relatos de ex-alunos e também conferir brevemente os níveis de satisfação e de aproveitamento daqueles que ainda estão matriculados na instituição.

A escola que oferece os melhores cursos de inglês tende a manter seu nome firme no mercado durante décadas, tendo o ensino de qualidade como sua principal tradição, mas sempre se renovando e se adaptando às novas tecnologias e metodologias educacionais para atender com maestria todos que estiverem interessados em aprender.

Como escolher um curso de inglês?

É essencial que, desde cedo, as crianças tenham contato com o inglês. Estar na melhor escola de inglês é de extrema importância.

Cada escola pode ofertar diferentes opções de cursos, a fim de se encaixar nas necessidades dos alunos. Questões como acessibilidade e disponibilidade de tempo são alguns dos pontos que os diversos tipos de aulas visam atender. Em vista disso, você poderá encontrar alternativas em modalidades presenciais ou online, com diferentes durações e em plataformas distintas.

E, se dentre tantas opções você ainda não sabe qual o melhor curso de inglês para sua família — e principalmente para os seus filhos —, abaixo lhe explicaremos em detalhes a respeito das variações que existem no mercado. Então, continue conosco e confira:

Online x presencial

Com a rotina corrida, muitas pessoas acabam optando pela certificação online, o que é extremamente válido desde que se tenha cuidado na busca pela melhor escola de inglês que ofereça aulas remotas. Além disso, é importante que antes da matrícula o aluno perceba se tem disciplina para acompanhar o curso à distância regularmente — seja ele com atividades ao vivo ou gravadas —, além de comprometer-se em cumprir todas as tarefas propostas.

Por outro lado, para as crianças é preferível realizar a inscrição em uma turma presencial, uma vez que os pequenos possuem mais tempo livre, que a troca de experiências pessoalmente é bem mais intensa e que eles ainda estão desenvolvendo a socialização. Ah, e sem contar que tudo isso facilita a concentração e o foco dos baixinhos, viu?

Aula particular x aula em grupo

Em uma aula particular — ou seja, com apenas um aluno para o professor se dedicar — pode haver um maior aproveitamento, já que nenhuma dúvida passará “batida”. Essa alternativa é considerada interessante para quem testou as aulas em grupo, mas não conseguiu bons resultados ou ainda para quem sente que precisa de lições de reforço, por exemplo.

Entretanto, essa modalidade exclui os benefícios da convivência com outros alunos do mesmo curso. Dado isso, priorize realizar a  sua matrícula ou a de seus filhos em turmas de inglês. Caso não seja viável, participar de eventos e de atividades em grupo dentro de uma instituição de idiomas pode ser um caminho para compensar a ausência da interação com outros estudantes.

Curta duração x curso intensivo

Para quem resolveu estudar inglês por um objetivo específico — como passar em uma entrevista de emprego ou conseguir um certificado de proficiência —, existem cursos de curta duração com metodologias traçadas diretamente para tais metas. Essa opção também é interessante para quem já tem conhecimento no idioma, mas deseja melhorar alguma habilidade ou ganhar vocabulário técnico.

Já os cursos intensivos, além daqueles que possuem dois ou mais anos de duração, são excelentes para alunos de nível iniciante e que querem virar experts na língua. Para crianças, a melhor escola de inglês também será aquela que disponha de planos mais longos e com uma bagagem maior de conteúdo para acompanhar desde os primeiros aninhos de vida até o final da adolescência.

5 dicas para escolher a melhor escola de inglês

Até aqui você já descobriu o que não pode faltar nas melhores escolas de inglês, além de algumas diferenças que devem ser levadas em consideração na escolha do tipo de curso. Mas, se ainda assim você tem dúvidas sobre qual a instituição ideal para atender a sua família, separamos cinco dicas que lhe ajudarão a bater o martelo. Olha só:

1. Entenda seu objetivo

Como citamos anteriormente, algumas pessoas procuram as aulas de idioma com um objetivo determinado. E a verdade é que todos os alunos possuem um “por quê” antes mesmo de realizar a matrícula — seja simplesmente para alcançar a fluência, seja para fazer amigos e contatos internacionais, seja para realizar uma viagem no futuro. Em resumo, cada um possui uma meta e ela precisa ser levada para dentro da sala de aula.

2. Descubra o tipo de curso ideal

Agora que você já sabe quais as principais variações entre os tipos de cursos, descubra qual o melhor para o seu aprendizado e para o seu dia a dia. Veja quanto tempo você tem disponível por semana, quais suas facilidades e dificuldades na hora de estudar, entre outros. E não esqueça de ter a mesma atenção para definir o melhor curso de inglês para as crianças também, ok?

3. Conheça a metodologia institucional

Mais uma vez vamos falar sobre as metodologias, pois elas são realmente as responsáveis pelo rendimento do aluno. Logo, busque compreender quais as estratégias pedagógicas da instituição, cheque se você ou seus filhos conseguem bons resultados com as práticas ofertadas e converse sobre a possibilidade de personalizar o ensino.

Vale destacar que por ter métodos especiais de ensino, a Red Balloon é eleita uma das melhores escolas de inglês para crianças e adolescentes. Afinal, o grupo se dedica há mais de 50 anos na formação dos pequenos entre 3 e 17 anos, tornando-os fluentes na língua com atividades totalmente adaptadas para cada idade.

4. Visite o espaço da escola

Conforto e bem-estar são indispensáveis para um momento de estudo prazeroso e estimulante. Sendo assim, a melhor escola de inglês para a sua família se preocupa em oferecer ambientes aconchegantes, bem iluminados e climatizados. A estrutura do local também deve ter suporte para os eventos e programas extras que forem ofertados.

5. Faça uma aula experimental

Uma dica fundamental para quem quer encontrar a melhor escola de inglês é fazer uma aula experimental para conhecer de perto e na prática o professor da turma, a metodologia e a assistência oferecida pela instituição. Essa aula quase sempre é decisiva para o fechamento da matrícula.

Viu só quanta informação útil para lhe auxiliar na escolha da melhor escola de inglês para você ou para seu filhote? Então, agora é só seguir todas as dicas antes de fechar o curso e o seu investimento e aprendizado estarão garantidos!

Compartilhe:

Deixe seu comentário:

Siga nosso instagram!