Dinâmicas para crianças: 3 ideias para fazer em casa

>

As dinâmicas para crianças são excelentes maneiras de divertir os pequenos enquanto inúmeros conteúdos educativos são compartilhados. E, se você ainda não conhece todos os benefícios que a dinâmica de grupo pode oferecer para a criação dos seus filhos, não se preocupe!

A Red Balloon está sempre ao seu lado na educação infantil e preparou um guia completo sobre o tema, além de uma lista com ideias de atividades para a família inteira brincar e aprender sem sair de casa.

O primeiro ponto a destacar é que as dinâmicas infantis, quando bem elaboradas, não são apenas jogos comuns com a finalidade de distração. Essas atividades já foram estudadas por grandes pesquisadores e hoje fazem parte das práticas pedagógicas, como uma das metodologias de ensino mais eficientes durante a infância. 

Por isso, não se engane pensando que durante os primeiros anos escolares o seu filhote só vai para a sala de aula brincar, ok? Afinal, as dinâmicas para crianças possuem um conceito muito mais complexo e de grandes impactos positivos na formação do indivíduo.

Agora, com isso em mente, continue a leitura para aprender tudo sobre o assunto! Vamos lá?

O que são dinâmicas infantis?

A palavra “dinâmica” tem origem no grego dynamike e significa força. Enquanto isso, na física o termo é usado para o estudo do movimento de um corpo e as causas dessa movimentação. Mas é na pedagogia que o vocábulo em questão ganha um sentido metafórico relacionado a evolução de um determinado grupo a partir de ações praticadas por seus integrantes.

E você deve estar se perguntando de onde vem a ligação das dinâmicas com o aprendizado dos menores, acertamos? 

Pois bem, a correlação surgiu em 1946, quando o psicólogo alemão Kurt Lewin deu início ao estudo chamado “Teoria da Dinâmica de Grupo”, que busca compreender o comportamento humano em suas diferentes fases da vida, com ênfase na infância.

Dessa forma, o resultado da pesquisa de Lewin foram métodos educativos capazes de estimular as habilidades humanas por meio das dinâmicas para crianças — que pode se estender também para a fase adulta com diferentes objetivos, como durante uma avaliação para entrevista de emprego, por exemplo.

A importância da dinâmica na educação das crianças

Nos anos 50, as dinâmicas de grupo já estavam sendo implementadas nas escolas dos Estados Unidos, chegando ao Brasil por volta da década de 60. A partir de então, o modelo convencional de aula passou a mudar significativamente.

A explanação monótona passa a dar lugar para uma interação maior entre alunos e professores — mas, é claro, que esse tem sido um processo longo de adaptação que perdura até os dias de hoje. 

E tal estratégia de ensino tem por objetivo impulsionar o processo de aprendizagem pela vivência do aluno com o tema abordado durante as atividades. Isso quer dizer que as dinâmicas para crianças provocam nos pequenos novos sentimentos e pensamentos acerca de um assunto por meio da experiência com uma reprodução induzida da realidade.

Vale explicar que as dinâmicas infantis costumam ter o formato similar ao de jogos e brincadeiras, envolvendo perguntas e respostas, adivinhações, competições, entre outros. 

Normalmente, as atividades possuem somente caráter educativo e não avaliativo, mas a metodologia pode variar de acordo com a instituição e com as estratégias pedagógicas utilizadas durante as práticas.

As dinâmicas para crianças e a socialização

Atualmente, as dinâmicas para crianças possuem um papel fundamental também para a socialização, uma vez que promove a troca de ideias, o trabalho em equipe e uma conversa descontraída entre os colegas de turma. 

Logo, especialmente durante os primeiros dias em uma nova escola, uma dinâmica de grupo pode ajudar a “quebrar o gelo” entre os pequenos, amenizar os sinais da timidez e gerar assunto na turma.

A mediação do professor é importante para guiar a atividade, impedindo que as conversas paralelas dispersem a atenção dos estudantes. No entanto, ainda é função do mediador usar as dinâmicas infantis como forma de animar os estudos, engajar os alunos em aulas participativas e, por fim, trazer um resultado positivo e um aprendizado ao concluir a interação.

Qual a diferença entre dinâmica e brincadeira?

É importante ressaltar que as dinâmicas para crianças com finalidades educativas não são iguais a qualquer outra brincadeira — ainda que ambas possam ser igualmente divertidas. Afinal, gincanas e jogos têm o intuito de entreter os pequenos, não necessariamente ensinar algo — mesmo que eventualmente isso aconteça.

Sendo assim, as características das brincadeiras são mais livres e recreativas. Ou seja, diferente das dinâmicas infantis, elas não visam alcançar um resultado e devem sobretudo proporcionar momentos de alegria para os pequenos. 

Além disso, os indivíduos podem brincar sozinhos ou em grupo e sem a mediação de nenhum adulto, pois o objetivo aqui é a diversão, seja acompanhado ou não.

Em contrapartida, as dinâmicas para crianças são educativas, precisam de um mediador e não devem ser realizadas individualmente. Nesse caso, o ideal é que exista um grupo da mesma idade ou que compartilhem de um mesmo ambiente, seja na escola, no condomínio ou em casa. 

Ah, e é fundamental ainda que a turminha reunida tenha algo em comum para compartilharem entre si durante as atividades propostas.  

5 benefícios das dinâmica para crianças

Como já mencionamos no início do guia, as dinâmicas infantis ajudam pais e educadores a transmitir um conteúdo importante para a criança, mas de forma leve e bem menos cansativa

Entretanto, essa prática também oferece outros benefícios não só para o aprendizado, como também para o desenvolvimento infantil de modo geral, pois estimula diversas capacidades simultaneamente. 

Abaixo elencamos cinco destes ganhos:

Melhora a comunicação

As dinâmicas de grupo para crianças fazem os pequenos saírem da zona de conforto e interagirem de verdade com todos a sua volta. Logo, em contato com outros coleguinhas eles podem aprender a se comunicar melhor, incluir novas palavras no vocabulário e, inclusive, aperfeiçoar a fala e a interpretação durante uma conversa.

Incentiva a proatividade

As dinâmicas para crianças costumam atribuir uma função específica para cada participante, fazendo com que ninguém fique parado. E assim, entendendo a sua importância para solucionar uma tarefa, o menor sente-se útil e motivado a continuar em ação até alcançar um objetivo — que durante a brincadeira pode ser apenas a vitória do seu time, mas fora dela a conquista com certeza será de algo mais importante.

Ensina o trabalho de equipe

O ponto aqui é fazer a garotada trabalhar junta em busca de um propósito, onde ao final da atividade haja ainda uma premiação para que todos sintam-se recompensados pelo trabalho realizado em equipe e apliquem este atributo em outras áreas da vida.

Desperta o interesse em aprender

Ainda que as dinâmicas para crianças sejam educativas e sigam metodologias pedagógicas propícias para o aprendizado, para os pequenos essa é apenas uma maneira diferente de brincar e se divertir. 

Ou seja, quando o ensino se torna prazeroso, deixa de ser algo entediante e cansativo na visão das crianças e desperta a curiosidade para aprender sempre mais sobre os assuntos.

Torna as aulas mais proveitosas

Seja dentro ou fora da escola, o fato é que as aulas e os estudos de um modo geral podem ser muito melhor aproveitados com as dinâmicas para crianças, pois elas conquistam facilmente a atenção dos pequenos aprendizes. 

Logo, com as atividades interativas não sobra tempo para cochilos, bate-papos fora de contexto e demais lapsos de desinteresses que consomem o modelo de ensino monótono justamente por não captar a concentração dos alunos.

3 ideias de dinâmica de grupo para crianças em casa

Embora as dinâmicas infantis sejam muito utilizadas nos colégios, em casa as brincadeiras tomam todo o espaço, restando poucas horas para o estudo e outras atividades. 

E, pensando nos papais e mamães que desejam aproveitar o tempo com os filhotes investindo em diversão no lar, mas sempre ensinando algo novo, separamos três dicas de dinâmicas para crianças que vão colocar a família toda para pensar e dar boas risadas juntos. Confira:

Quem sou eu?

Em um papel deve ser escrito o nome de uma pessoa ou acontecimento marcante da história. Vale um Imperador do Brasil, como Dom Pedro II; um super inventor, como Leonardo Da Vinci; ou mesmo uma obra famosa, como a Monalisa — tudo a depender da idade do pequeno. 

O papel pode ser colado com fita adesiva na testa do participante que vai adivinhar quem é a personalidade escrita, enquanto os demais dão dicas para que o mesmo tente acertar a resposta — com pistas como o local de origem, os trabalhos importantes que foram feitos, entre outros.

Nesta dinâmica para crianças o objetivo é fazer os pequenos descobrirem curiosidades relevantes sobre personalidades e eventos conhecidos mundialmente. A atividade é indicada a partir dos 7 anos e pode ser realizada com, no mínimo, dois integrantes e o mediador para escolher as personalidades.

Campo de minas

Para quem dispõe de espaço — como um quintal ou uma garagem —, o campo de minas pode ser montado com vários objetos espalhados pelo chão. Nessa dinâmica para crianças serão feitas duplas, na qual um dos participantes deve estar vendado e posicionado no ponto de partida, enquanto o outro será o guiador, dando os comandos certos a fim de que sua dupla alcance a chegada sem esbarrar em nenhum objeto.

Essa atividade estimula a coordenação motora, fortalece a confiança e instrui sobre o senso de direção. A dinâmica pode ser feita também com os menorzinhos a partir dos 5 anos e necessita de ao menos quatro crianças para formar duas duplas competidoras. 

E aqui, você já sabe, né? Ganha quem chegar primeiro encostando em menos peças.

Encontre alguém que…

Para fazer a garotada se conhecer melhor, peça para que cada um deles anote em um papel uma característica pessoal única, como a data de aniversário, uma comida que não gosta, um filme preferido, entre outras. 

O mediador deve reunir os bilhetes e sortear um, após isso, os participantes deverão encontrar entre eles alguém que tenha tal característica sorteada.

Nesse momento é comum que os pequenos se identifiquem e descubram pontos em comum uns com os outros. Além disso, essa é uma das dinâmicas para crianças que pode ser feita com a família inteira, pois quanto maior o grupo, mais divertido fica para adivinhar de que são as características.

Agora que você já sabe como as dinâmicas infantis são importantes para a evolução das habilidades humanas, para a socialização e, até mesmo, para a aprendizagem, que tal escolher uma de nossas sugestões, reunir a casa toda e se divertir com os filhotes? Afinal, aprender brincando é muito mais do que possível.

E não se esqueça: a Red Balloon acredita na eficiência de um ensino de inglês mais leve e interativo, e por isso aposta em dinâmicas para crianças e adolescentes ficarem fluentes no idioma através de metodologias específicas que atenderão as necessidades do seu filho entre os 3 e os 17 anos. Clique aqui e saiba mais!

Compartilhe:

Deixe seu comentário:

Siga nosso instagram!

1
2
0
0
4
0
2
0
0
0
4
0