Conversação em inglês: 8 dicas práticas para exercitar seu speaking

>

17 de fevereiro, 2021

A conversação em inglês é uma das habilidades mais importantes a serem praticadas pelos estudantes do idioma — afinal, a oralidade é a principal ferramenta de comunicação no mundo inteiro. E, para ajudar todos os falantes não-nativos a desenvolverem o seu speaking da melhor forma, a Red Balloon, que tem o English all the Way como premissa, preparou um manual completo com as dicas mais eficientes para exercitar a conversação em inglês.

Durante o aprendizado da língua inglesa, os alunos devem treinar 4 habilidades: o reading, o writing, o listening e o speaking — leitura, escrita, escuta e fala, respectivamente —, sendo essa última a principal para se concretizar a fluência no idioma. 

Então, continue a leitura para aprender ainda mais sobre a importância da habilidade de conversação em inglês e para aproveitar as técnicas e exercícios eficientes que separamos e lhe auxiliarão a praticar a língua no seu dia a dia.

A importância do speaking para aprender inglês

Por mais que o aluno tenha uma boa escuta e domine a leitura e a escrita, a conversação em inglês tende a ser a etapa de aprendizagem mais desafiadora. Isso porque o speaking é uma habilidade ativa, que precisa ser treinada aliando as funções passivas, além da memorização de palavras inglesas.

Contudo, a dificuldade em acertar a pronúncia correta e o receio de não conseguir neutralizar o sotaque brasileiro, paralisam os novos falantes e acabam por atrasar o progresso da conversação em inglês. Por isso, adotar alguns métodos diários para praticar o speaking é fundamental para que o aluno não fique travado em determinado nível do aprendizado.

E, somente com a prática é possível pronunciar expressões corretamente e conquistar uma fluência clara para a comunicação com nativos e não-nativos. Afinal, o objetivo da conversação em inglês é entender o que o outro diz e dar continuidade ao diálogo com respostas ágeis e fáceis de compreender — o que não significa não ter sotaque da sua língua materna, tampouco reproduzir igualmente a pronúncia de um nativo.

Motivação para conversação em inglês

Sabendo dessa dificuldade em sentir-se confortável falando em um novo idioma, a motivação para estudar e treinar a conversação em inglês se torna essencial. Ou seja, o incentivo dos professores, dos colegas de turma e dos familiares, por exemplo, pode auxiliar o estudante a incluir pouco a pouco a prática do speaking na sua rotina.

Outro modo de encontrar motivação para continuar exercitando a língua mesmo fora das aulas é mantendo um cronograma de estudos com diferentes atividades envolvendo o inglês. Dessa forma, o novo falante pode melhorar o seu contato com o idioma sem ficar preso a uma rotina cansativa e repetitiva de estudos.

Como treinar o speaking no seu dia a dia?

Consumir conteúdos em inglês é uma boa estratégia de estudo, unindo o entretenimento à prática da língua inglesa.

Além do cronograma de estudos — que é importante para o processo de aprendizagem em qualquer disciplina —, existem outras técnicas excelentes que precisam ser levadas em consideração por quem quer treinar a conversação em inglês mais vezes dentro dos seus dias. 

Para isso, fizemos uma seleção com alguns truques que podem ajudar na sua prática de conversação em inglês. Dá só uma olhada:

Consuma mais conteúdos de origem inglesa

Filmes, séries, músicas e até conteúdo de influenciadores digitais de origem inglesa são opções eficientes de se expor ao idioma sem reduzir seu tempo livre para entretenimento. Claro que para isso o ideal é consumir o conteúdo em inglês, sem auxílio de legendas e prestando bastante atenção no som correto das palavras.

Grave sua própria leitura em inglês

Normalmente, a habilidade de leitura é desenvolvida mais rápido do que a conversação em inglês, e isso pode ser usado como estratégia para praticar o speaking. Sendo assim, em vez de ler em silêncio, leia em voz alta e utilize um gravador para registrar seu desempenho. Depois, ouça e identifique o que precisa melhorar.

Estude um pouco todos os dias

Engana-se quem pensa que para estudar idiomas é necessário se dedicar por várias horas seguidas. A verdade é que ter entre 10 e 15 minutos diários de foco na conversação em inglês — ou em qualquer outra habilidade — pode ser muito mais eficiente do que limitar o seu tempo de estudos em um ou dois dias semanais.

Não desperdice a prática nas aulas

O melhor lugar para praticar continua sendo durante as aulas, no convívio com os colegas e com o acompanhamento do educador. Logo, dentro da classe o ideal é que a comunicação seja feita sempre em inglês, inclusive nos momentos de descontração e conversas sobre assuntos diversos com a turma.

Aproveite os recursos da tecnologia

A tecnologia se tornou um recurso extremamente importante para os alunos de línguas estrangeiras, pois além de oferecer acesso a milhares de conteúdos, dicas e truques de aprendizagem, as plataformas permitem praticar a conversação em inglês diretamente com professores, falantes nativos e até mesmo estudantes de outras nacionalidades.

8 exercícios de conversação em inglês

Deu para notar como pequenas ações todos os dias podem fazer a diferença no processo de aprendizado de um idioma, além de acelerar o desenvolvimento do speaking, não é mesmo? E, se você se interessou pela ideia de incluir mais exercícios de conversação em inglês na sua rotina, aqui vão oito dicas que lhe ajudarão a praticar de forma leve e produtiva:

1. Monte um vocabulário com palavras curinga

Durante um diálogo existem algumas palavras e expressões que não podem ser esquecidas jamais, como os cumprimentos de chegada e partida, informações de localização e perguntas básicas de apresentação para outras pessoas. E, essas expressões e outras frases específicas que possam ser do seu interesse devem ser acrescentadas ao seu vocabulário.

2. Crie diálogos e leia-os em voz alta

Se falta pessoas ou ocasiões adequadas para praticar, crie por si só possíveis diálogos que você teria em uma experiência internacional. Escreva as falas de ambos os interlocutores e depois leia em voz alta. Ah, e consulte um leitor digital quando precisar tirar dúvidas sobre a pronúncia de um trecho ou outro.

3. Treine conversação em inglês em frente ao espelho

Observar o movimento dos lábios e da língua é uma técnica muito eficiente para acertar em cheio na entonação e na pronúncia. Por isso, ao assistir filmes e outros conteúdos em audiovisual, analise como os personagens mexem a boca para falar e tente reproduzir os mesmos sons e movimentos com a ajuda de um espelho.

4. Pratique com trava-línguas populares no idioma

Para um falante não-nativo, a conversação em inglês muitas vezes pode parecer um verdadeiro trava-línguas. Então, para não cair nas armadilhas de palavras com sonoridades muito parecidas, pratique com os legítimos trava-línguas em inglês — assim o novo falante consegue se familiarizar facilmente com as expressões mais complicadas.

5. Aprenda a letra das suas músicas favoritas

O papel da música no aprendizado também pode ser usado para quem está focado em melhorar seu speaking aprendendo e cantando suas letras favoritas. Aliás, a própria escuta passiva — quando você ouve a música fora de um momento de foco, enquanto realiza outras tarefas — é uma ótima maneira de expandir o vocabulário e internalizar o som das palavras.

6. Participe de clubes de leituras inglesas

Ler livros da literatura inglesa é outra estratégia inteligente para impulsionar a conversação em inglês, uma vez que os livros são ricos em conhecimentos culturais e vocabulários formais e informais. Assim, os clubes de literatura inglesa são o lugar certo para compartilhar as suas experiências com as histórias e ainda desenvolver o speaking através de conversas diretas. 

7. Jogue games em grupo em inglês

Chame a turma para jogar, mas só vale jogos em inglês — e toda a comunicação entre os participantes deve ser feita em tal língua. Essa dinâmica é muito utilizada nas escolas de idiomas e funciona muito bem tanto para o engajamento dos alunos quanto para a conversação em inglês — por isso vale experimentar a ideia também em casa.

8. Converse com colegas da turma de idioma

E, por falar em engajamento dos alunos, o convívio com a turma é tão importante quanto as outras atividades sugeridas ao longo deste guia. Afinal, todos os eventos e comemorações promovidas pela escola de idioma ajudam a melhor a interação entre a turma, um diferencial fundamental para estreitar a proximidade com a língua.

Como praticar conversação em inglês online?

Uma ótima opção de prática de conversação em inglês são as chamadas de voz e vídeo com nativos para exercitar a fluência da língua!

Praticar a conversação em inglês através da internet se tornou uma alternativa para quem não tem tempo ou contato com falantes da língua presencialmente. Além disso, a ferramenta é uma ótima saída para os tímidos, que ainda não se sentem totalmente seguros em falar em público usando um novo dialeto.

Assim, algumas maneiras de usar a tecnologia para praticar o speaking são:

Com aplicativos de ensino

Existem muitos aplicativos de ensino gratuitos para smartphones que trabalham as quatro habilidades da aprendizagem de inglês e auxiliam no ganho de vocabulário e prática de cada uma dessas funções. Em alguns apps, pagando uma taxa mensal ou anual o aluno pode ter até mesmo acesso a conteúdos avançados exclusivos.

Chamadas com nativos

E, como a melhor forma de estimular a conversação em inglês é realmente praticando a habilidade de speaking, os sites e aplicativos para chamadas de vídeo e voz com pessoas do mundo inteiro são uma opção muito interessante. Existem as opções gratuitas, porém os canais pagos e com professores nativos da língua inglesa podem oferecer uma experiência mais produtiva para o aprendizado.

Com suporte de plataformas escolares

E claro, o suporte das plataformas das instituições de ensino de idiomas se tornaram indispensáveis para os treinos de conversação em inglês. Com o crescimento do ensino híbrido, a tendência é que as melhores escolas continuem investindo em plataformas mais sofisticadas e intuitivas para impulsionar o desenvolvimento dos alunos cada vez mais, como é o conceito de ensino da Red Balloon, por exemplo.

Viu só como é possível começar a treinar a conversação em inglês no seu dia a dia com pequenos passos? E, agora que você já sabe a importância de dominar o speaking e conferiu as melhores dicas para exercitar essa habilidade, a fluência na língua inglesa virá muito mais rápido, não é verdade?

Ah, para dar todo o suporte e ensinamentos necessários para os futuros falantes de inglês, a Red Balloon conta com metodologias especializadas para crianças a partir dos 3 anos de idade, e ainda acompanha a formação no idioma de seus alunos até os 17 anos. Então, se o seu filhote está dentro dessa faixa etária, clique aqui e conheça agora mesmo o programa ideal para ele!

Compartilhe:

Deixe seu comentário:

Siga nosso instagram!