Como estimular a autonomia infantil: 5 ideias

>

Quem tem filhos sabe como a autonomia infantil pode ser complexa de se lidar, especialmente durante os primeiros anos. Isso porque, ainda que seu filhote seja frágil e vulnerável, é importantíssimo estimular a independência e a autoconfiança desde cedo para o amadurecimento cognitivo. 

Pensando sempre em auxiliar papais e mamães nas diferentes etapas da infância, a Red Balloon preparou um guia completo sobre autonomia da criança e como trabalhá-la com os pequenos.

Você já deve ter ouvido falar que pais superprotetores afetam o desenvolvimento dos filhos, acertamos? Pois bem, embora essa seja uma verdade, evitar o cuidado intensivo não é uma garantia de que a autonomia da criança vá se desenvolver sozinha — afinal, assim como todas as outras habilidades, essa independência precisa ser estimulada e orientada da maneira correta. 

Então, se você precisa de dicas e ideias para trabalhar a autonomia infantil do seus filhos, continue a leitura e confira os truques valiosos que preparamos para você no decorrer deste manual. Vamos lá?

O que é autonomia infantil?

Autonomia é a capacidade de tomar decisões por conta própria. Desse modo, a autonomia infantil cumpre justamente o papel de conscientizar a criança sobre a importância de cada uma de suas decisões e como elas podem impactar a sociedade, a natureza e sua rotina pessoal.

Na fase adulta, precisamos ter autonomia em questões profissionais, pessoais, amorosas etc. Mas enquanto crianças, para que serve a autonomia infantil? Bom, para os pequenos, a infância funciona como uma breve escola sobre a vida adulta, que é quando eles precisarão se virar sozinhos e ter responsabilidade sobre seu próprio futuro.

Ou seja, não basta deixar que seus filhos tomem decisões sozinhos — o que inclui escolher as próprias roupas, comer com suas mãozinhas e amarrar os próprios cadarços dos sapatos —, mas sim explicar a importância de cada uma dessas ações e ensiná-los a fazer escolhas coerentes e saudáveis para o seu dia a dia e para a vida de modo geral.

Importância do desenvolvimento da autonomia infantil

Além de conscientizar a respeito da relevância das suas ações sobre si e sobre o mundo, a autonomia da criança favorece habilidades fundamentais para uma infância confiante e inteligente, assim como ajuda a formar um adulto mais estável em vários aspectos ao longo da vida.

Para ilustrar como o desenvolvimento de determinadas funções do corpo estão interligadas com a capacidade de escolha e com a independência da criança, abaixo mostraremos algumas dessas aptidões e como estimular a autonomia infantil para aperfeiçoar cada uma delas. Veja só:

Coordenação motora

Sabemos que a coordenação motora é uma das maiores preocupações dos pais. Afinal, a capacidade de escrita e uma boa caligrafia, por exemplo, dependem muito da coordenação motora, e como essas duas funções são desenvolvidas logo na primeira infância, o controle das mãos e do corpo precisa ser trabalhado bem antes por meio de brincadeiras e jogos

Aqui temos uma boa notícia: com práticas que incentivam a autonomia infantil — e que ensinaremos mais abaixo — é possível melhorar significativamente a coordenação motora dos pequenos e, consequentemente, sua forma de absorver o aprendizado escolar.

Autoconfiança e eficiência

Para que a autonomia infantil funcione, a autoconfiança e o sentimento de eficiência precisam andar lado a lado com o seu filhote. Por isso, além de orientar sobre a importância de realizar escolhas corretas, é essencial apoiar a criança sempre que ela tomar uma decisão certa, além de saber ponderar na hora de corrigir uma atitude errada.

Comunicação e linguagem

A autonomia infantil permite que a criança se expresse de maneiras muito mais particulares e assim possa fortalecer sua própria personalidade. Isso vai desde a forma com que o seu pequeno prefere se vestir até o fato dele ter segurança ou não na hora de conversar e expor suas ideias e pensamentos

Assim, podemos afirmar que o desenvolvimento da autonomia infantil é um dos caminhos para que a criança sinta-se capaz de se comunicar com qualquer público sem timidez.

Liberdade e responsabilidade

Quando o assunto é autonomia infantil, um dos tópicos mais falados é a liberdade de escolha dada para a criança. E, de fato, essa é uma das principais habilidades trabalhadas e sem ela o seu filho não poderá colocar em prática tudo o que aprendeu sobre a importância de tomar boas decisões. Ou seja, a autonomia da criança precisa de liberdade para que a mesma aprenda a usá-la com responsabilidade.

Como estimular a autonomia infantil em 5 passos

Como crianças não possuem discernimento o suficiente para saber o que é melhor para si em todas  situação, é comum que pais fiquem receosos de promover a autonomia infantil. E se essa é sua preocupação, saiba que existem caminhos seguros para incentivar a independência mirim.

A seguir listamos cinco ideias de como estimular a autonomia infantil no dia a dia, com passos práticos e muito eficazes na hora de trabalhar cada uma das habilidades que listamos nos tópicos anteriores. Confira:

Dê diferentes opções de rotina

Sabemos que a rotina é indispensável para uma infância tranquila e saudável, mas ainda assim é impossível manter anos e anos com as mesmas tarefas e horários, certo? 

Por isso, sempre que for necessário fazer algum ajuste — seja inserir um novo curso na agenda do pequeno ou trocar o horário na escolinha —, se possível, apresente as opções e peça a opinião da criança.

Aqui a dica também funciona quando você quiser quebrar um pouco a rotina tradicional da casa, valendo tanto para o final de semana quanto para feriados ou férias. Nestes casos, selecione duas ou três programações diferentes que sejam acessíveis para a família inteira e deixe o pequeno escolher qual será o cronograma da temporada.

Determine tarefas obrigatórias para a criança

Poder escolher livremente é uma delícia, mas na realidade sabemos que muitas das nossas tarefas da vida adultas precisam ser cumpridas por obrigação — e com as crianças não é diferente. 

Então, além das lições de casa passadas pela escola, determine pequenas tarefas domésticas obrigatórias para o menor realizar sozinho, como guardar os brinquedos, regar as plantas e arrumar a cama.

É importante que seu filho sinta que tem essa responsabilidade e que ele é capaz de cumpri-la corretamente sem a ajuda de ninguém. Logo, o ideal é que sejam tarefas simples, que possam ser feitas sem intermédio de um adulto e, claro, não coloque a criança em risco.

Converse sobre reações de cada escolha

Trabalhar a autonomia infantil é saber que em diversos momentos os pais, mães e filhos precisarão lidar com as frustrações de terem tomado decisões erradas. Mas, ao contrário do que parece, essas situações não precisam ser desagradáveis e conflituosas, e sim proporcionar conversas honestas com as crianças, o que pode até mesmo aproximar o vínculo familiar.

Esses diálogos precisam ser sobre as consequências da escolha e devem identificar porque a criança tomou uma má decisão, mas sem desmotivá-la ou puni-la pelas suas atitudes, ok? 

Em resumo, é fundamental que o adulto entenda que um diálogo aberto e sincero é sempre a melhor forma de ensinar sobre qualquer assunto.

Estimule o autocuidado

Escovar os dentes, pentear os cabelos, amarrar os cadarços, entre outras atividades corriqueiras — e muito importantes — são algumas das obrigações que crianças podem colocar em prática sozinhas, facilitando a rotina dos pais e ainda treinando o 

autocuidado sem depender de outra pessoa.

Sim, autonomia infantil exige o cuidado consigo mesmo, uma vez que os pequenos precisam conhecer e zelar pelo próprio corpo para que aos poucos conquistem a independência e ainda assim mantenham a qualidade de vida, estando sempre atentos ao bem-estar físico e mental.

Faça brincadeiras guiadas

A criançada está acostumada a criar suas próprias regras para brincadeiras antigas — e isso é ótimo para a criatividade —, mas fazê-las seguir algumas instruções enquanto conhecem um novo jogo também pode ser ótimo para a autonomia. 

Afinal, embora a capacidade de criar tudo do zero fique um pouco restrita, o pequeno precisa encontrar formas de cumprir as regras sozinho e chegar até o objetivo final do game.

Claro que para isso é necessário que os pais ou responsáveis façam uma seleção especial de jogos e atividades com regrinhas simples, mas que despertem a autonomia infantil e o raciocínio lógico, como os jogos de cartas e de tabuleiros, por exemplo.

3 brincadeiras que desenvolvem a autonomia da criança

Já que citamos brincadeiras que trabalham o desenvolvimento da autonomia infantil, que tal três sugestões para você se inspirar e se divertir com os seus filhotes enquanto os torna mais independentes e confiantes? 

Veja a seguir as ideias que a Red Balloon preparou para você:

Esculturas de massinha

Toda criança ama brincar com massinha de modelar, mas para treinar a coordenação motora proponha o desafio de replicar outros objetos já existentes. 

Uma dica: opte por réplicas de elementos da natureza ou de animais, por exemplo, pois quanto mais detalhes o item tiver, mais ágeis e delicados precisam ser os dedinhos para deixar a criação de massinha semelhante ao original.

Objetos misteriosos

Autonomia infantil também é autoconfiança, lembra? Então, coloque em uma caixa diversos objetos e brinquedos diferentes, feche-a e deixe apenas uma abertura que caiba as mãozinhas da criança para ela escolher uma peça lá de dentro e adivinhar o que é. 

Assim, além de se divertir com essa atividade lúdica, o seu pequeno treina a confiança de dar palpites e de arriscar nas suas escolhas pessoais. 

Histórias interativas

Outra forma muito animada de aprender a lidar com as reações de cada escolha é contando histórias interativas — ou seja, aquelas que dentro das opções apresentadas a criança pode optar pelas próximas falas, ações e comportamentos dos personagens. 

Já que cada alternativa leva a história para um caminho diferente — assim como na vida real —, o pequeno começará a compreender como é conviver com as consequências das nossas ações no dia a dia.

Viu só como o desenvolvimento da autonomia infantil é importante para seu filho crescer com sabedoria e aprender a cuidar de si em qualquer situação? E o melhor é que com pequenos hábitos na rotina você pode estimular a independência dos menores de forma segura, divertida e didática, ensinando a importância de cada uma dessas novas habilidades que são — e serão adquiridas — até a adolescência.

Ah, e não esqueça que a Red Balloon é sua aliada na criação dos pequenos, e por isso aplica metodologias específicas para o ensino de inglês em cada faixa etária, melhorando assim o aprendizado, a autonomia infantil e o bem-estar dos seus alunos. Para saber mais sobre nossos cursos e programas, acesse o site e confira agora mesmo!

Compartilhe:

Deixe seu comentário:

1 comentário

  • Rosilaine Cardoso Francisco Neiva

    07.08.2020

    Muito bom!!! amei as sugestões !!!

  • Siga nosso instagram!