5 dicas para aprender inglês com música

>

Aprender inglês com música: será que é possível? Saiba que essa abordagem pode transformar o processo de aprendizagem das crianças e dos adolescentes em algo muito mais prazeroso, intuitivo, divertido e consistente.

É bastante raro atualmente encontrar quem não goste de algum som, seja ele emitido de forma natural ou produzido por seres humanos. Nesse contexto, a música exerce um papel significativo no dia a dia das pessoas, acompanhando-as em diferentes momentos e estágios de suas vidas.

Algumas situações ficam marcadas pela presença da música, concedendo a ela o poder de despertar lembranças, remeter a diversos momentos, acalmar, embalar comemorações e atuar como uma verdadeira forma de comunicação e mesmo de aprendizado. Se a música pode ser considerada uma forma de linguagem universal, então por que não estender o seu uso para o ensino da língua inglesa?

Nos últimos anos, a configuração do ambiente educacional mudou. Para que os estudantes estejam engajados no processo de construção do conhecimento, o aprendizado precisa ser contextualizado e significativo para eles.

Nesse contexto, é necessário encontrar novas formas de ensino, que estejam mais próximas da realidade dos alunos para que eles sintam-se envolvidos em uma imersão criativa e relevante para sua vivência.

De forma sucinta, pode-se dizer que a música pode ser utilizada não apenas como ferramenta de diversão, como também pode ser vista como uma estratégia de aprendizagem da língua inglesa.

No artigo de hoje, confira algumas dicas para aprender inglês com música e descubra de que forma essa estratégia pode beneficiar o desenvolvimento e a educação de seu filho. Acompanhe a seguir.

A música como ferramenta de aprendizado

A linguagem desempenha o papel de base linguística. Por meio dessa habilidade, somos capazes de desenvolver outras aptidões fundamentais para a aprendizagem.

Esse processo se inicia anos antes de as crianças começarem a frequentar a escola. Na verdade, o desenvolvimento das competências necessárias para se comunicar iniciam no nascimento, mas somente alguns anos depois, conseguimos expandir nossas memórias, fortalecer o vocabulário e unir informações para conseguir estruturar frases.

Esse marco ocorre por volta dos três anos de idade e representa o momento ideal para o desenvolvimento de novas habilidades, como aprender inglês com música, por exemplo.

Nesse sentido, o uso de ferramentas e estratégias que estimulem o processo criativo torna o aprendizado significativo para as crianças. Essa abordagem vai muito além de decorar informações, pois estimula uma aprendizagem real e natural.

De fato, um estudo do Instituto de Cérebro e Criatividade da Universidade do Sul da Califórnia constatou que as experiências musicais na infância podem realmente acelerar o desenvolvimento do cérebro, particularmente nas áreas de aquisição de linguagem e habilidades de leitura.

Por tudo isso, a música é uma excelente forma para as crianças adotarem uma segunda língua de modo divertido e sem travas, auxiliando no desenvolvimento de habilidades como a concentração, a criatividade e a percepção sensorial.

A música sempre se fez presente no desenvolvimento da humanidade – seja ela utilizada como forma de expressão, de divertimento ou manifestação.

A habilidade do ser humano de memorizar músicas é notável. Dificilmente você encontrará alguém que não se recorde de pelo menos alguns trechos de uma música aprendida em sua infância. Não raramente, músicas inteiras em outros idiomas são memorizadas sem ao menos se saber os seus significados.

Crianças, jovens e adultos são capazes de decorar pronúncias, significação de palavras e expressões e utilizar essa combinação sonora para diferentes aprendizados.

A música é um importante elemento que estabelece a oportunidade de fazer um paralelo entre cultura e ensino de idiomas.

Somos cercados de sons; a música faz parte do cotidiano. E trazer a música para o ambiente de aprendizagem oferece uma mudança na rotina da aula. Essa ferramenta de ensino possibilita uma vasta variedade de temas e conteúdos a serem abordados e proporciona a exploração de situações atuais para as crianças e o desenvolvimento de seu senso crítico.

Desse modo, utilizar música para o ensino da língua inglesa é uma estratégia lúdica que permite que os jovens absorvam e internalizem os conhecimentos ao mesmo tempo em que desenvolvem as quatro habilidades básicas: listening, speaking, reading e writing.

Como a música pode auxiliar no aprendizado do inglês

A música é uma verdadeira facilitadora do aprendizado. Por meio da sua exploração, as crianças conhecem novos sons e palavras e desenvolvem a habilidade de fazer novas conexões.

Uma das funções do cérebro, a percepção sensorial, permite que cada um de nós interprete situações e absorva diferentes conhecimentos. Ela envolve os diferentes sentidos que, à medida que são desenvolvidos, permitem que colecionemos conhecimentos e experiências.

Nesse contexto, o sistema auditivo é responsável por ouvir e definir os sons. No modelo tradicional de aprendizagem, as crianças são condicionadas quase que unicamente ao convívio com a voz dos professores, tornando as aulas mais monótonas e rotineiras – o que pode ser um convite à distração e à falta de interesse. Já ao estimular essa percepção sensorial de forma mais lúdica com o uso da música, os estudantes conseguem otimizar o seu conhecimento, aprendendo diferentes ritmos e rimas.

Essa atividade estimula o sistema auditivo ao mesmo tempo em que estimula a aprendizagem de forma mais leve e divertida.

Ainda, aprender inglês com música é divertido e eficiente para que o jovem tenha mais contato com a pronúncia nativa, acostume os ouvidos com entonações diferentes, adquira de modo mais dinâmico vocabulário, tenha exemplos práticos de utilização de palavras e expressões e contato com outra cultura. E tudo isso de forma agradável, leve, interativa e divertida.

Dicas para aprender inglês com música

Como vimos, aprender inglês com música pode estimular a criatividade e outras habilidades fundamentais para o desenvolvimento das crianças.

Esse processo pode ser feito de diferentes formas. Entre essas possibilidades, podemos destacar:

1. Praticar em casa

Aprender um idioma desde os primeiros anos de vida em um ambiente escolar é de fato uma das melhores formas de ficar fluente. Entretanto, para que o aprendizado seja consistente e natural, as crianças devem ser estimuladas também fora da sala de aula.

Na primeira infância, ainda não estão formadas as competências completas da língua materna, o que torna a aprendizagem de um segundo idioma mais simples e livre de conceitos e fórmulas “engessadas”.

A rotina dos cursos de idiomas e pré-escolas bilíngues é composta por várias músicas. Hora da chegada, hora do lanche, hora de brincar, hora de guardar os brinquedos e hora de embora: cada momento é marcado por uma canção diferente.

O processo de aprendizado das crianças envolve repetição, logo, elas associam cada música a um momento e atividade específicas. Para aprender inglês com música, portanto, uma boa tática é cantar o que a criança está fazendo naquele momento e repetir diariamente.

Se o seu filho está estudando inglês na Red Balloon, temos ainda mais uma dica: para os pais de crianças nos níveis J1 a T6, é interessante praticar em casa as músicas aprendidas em aula, já que o programa conta com sete músicas oficiais, além de músicas de rotina. Já pais de crianças e jovens nos níveis T6 a J1, a dica é praticar músicas do Hit Parades, que além de terem sido criteriosamente escolhidas pelo time acadêmico, já são familiares para eles.  

2. Juntar a música com jogos

Depois que as crianças estão familiarizadas com a música, é possível ampliar os conhecimentos por meio de outras atividades – tais como palavras cruzadas, ordenação de letra e encaixe de palavras.

Nesses jogos, eliminam-se da música algumas palavras, e as lacunas devem ser preenchidas de acordo com o contexto. Depois, a música toca novamente para que as crianças ouçam e tentem descobrir se as palavras que escolheram são as mesmas pronunciadas na canção.

3. Desenhar a música

Aprender inglês com música pode ser realmente divertido. Comumente, os pequenos adoram rabiscar ideias e desenhar situações vivenciadas ou imaginadas. Então, ilustrar o que está ouvindo e entendendo é uma maneira lúdica e natural para a criança de fortalecer o conhecimento.

Depois de ouvir um trecho ou a letra inteira de uma música, basta estimulá-los a fazerem um desenho ou até mesmo uma história em quadrinhos que contemple os principais elementos do que foi ouvido.

4. Fazer uma peça de teatro

Outra forma bastante divertida de aprender inglês com música é preparar uma peça de teatro baseada em alguma canção.

Para direcionar as crianças, é importante ajudá-las a identificar os personagens e os eventos mais importantes da música. Isso será fundamental para a interpretação e para tornar o aprendizado mais empolgante.

5. Unir música com tecnologia

As crianças de hoje são nativas digitais, então, o uso da tecnologia em seus processos de rotina – incluindo no de aprendizado – é algo natural e interessante para elas.

E há ferramentas tecnológicas variadas para aprender inglês com música. Vídeos no YouTube, unindo som e imagem; aplicativos para acompanhamento das letras ou para que os jovens tenham noções básicas sobre, por exemplo, como tocar uma música no violão, apps para divertidas sessões de karaokê ou mesmo para transformar frases em inglês em um hilário Rap – há muitos recursos que podem tornar a proposta de aprender inglês com música mais lúdica, imersiva, dinâmica e significativa para os alunos. Basta escolher aquela que combine com cada faixa etária, as preferências dos estudantes e a proposta de aula.

Aprender inglês com música é uma excelente estratégia para desenvolver a criatividade e a percepção sensorial, ao mesmo tempo em que se constrói um conhecimento sólido e consistente. É importante lembrar de que, por mais divertido e natural que seja, esse processo também demanda paciência e dedicação e deve ser conduzido de modo orientado para potencializar seus benefícios pedagógicos.

Se você já se convenceu da importância da imersão na língua inglesa desde a infância e deseja construir uma jornada de alta qualidade para o seu filho, que tal conhecer a Red Balloon? Nossa premissa é um aprendizado lúdico e natural, ferramentas essenciais para desenvolver habilidades cada vez mais valorizadas.

Esperamos que esse conteúdo sobre como aprender inglês com música tenha sanado algumas dúvidas e que você possa colocar as dicas em prática! Não deixe de ler mais a respeito do ensino de inglês para crianças aqui no nosso blog. Até a próxima!

Compartilhe:

Deixe seu comentário:

Siga nosso instagram!